Bélgica proíbe entrada de viajantes de Brasil e Índia


O governo da Bélgica proibiu nesta terça-feira (27) a entrada de viajantes provenientes do Brasil, da Índia e da África do Sul, berços de variantes mais contagiosas do coronavírus Sars-CoV-2, causador da Covid-19.


"Passageiros viajando de avião, trem, barco e ônibus, incluindo aqueles em trânsito, a partir da Índia, do Brasil e da África do Sul serão banidos", disse o primeiro-ministro Alexander de Croo.


A proibição abre exceção para cidadãos belgas, estrangeiros com residência no país e diplomatas.


O premiê também aconselhou "fortemente" a se evitar viagens para essas três nações. Há duas semanas, o governo da Bélgica já havia cobrado uma abordagem coordenada da União Europeia em relação ao Brasil, mas cada Estado-membro do bloco segue agindo por conta própria.


Entre os países europeus que já proibiram a entrada de viajantes do Brasil estão Itália, França e Espanha. A preocupação com a variante indiana é mais recente, e a Bélgica detectou na semana passada 20 casos em estudantes da Índia que haviam chegado ao país em um ônibus proveniente da França.

A nação de quase 1,4 bilhão de habitantes atravessa seu pior momento na pandemia e vem registrando mais de 300 mil casos e mais de 2 mil mortes por dia há cerca de uma semana.

Sem título-2.png