Produção de milho é grande destaque e safra deve ser a 2ª maior da história


A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimou que a produção de milho total na temporada 2018/2019 chegue a 95 milhões de toneladas. Segundo a entidade, este é o segundo melhor resultado, atrás apenas da safra do ano passado, de 80,7 milhões de toneladas, que foi comprometida por problemas climáticos na segunda safra. Com isso, a produção deve subir 18%.


A entidade explica que as chuvas que ocorreram nos últimos meses nas regiões produtoras da segunda safra do grão, principalmente no Centro-Oeste, favoreceram o resultado.


“Além do clima favorável, em todo o ciclo da cultura o produtor pôde também aproveitar integralmente a janela ideal de cultivo, uma vez que houve antecipação da colheita da soja. Com o desempenho, a tendência é que os estoques de passagem subam, o que deve pressionar os preços do produto no mercado podendo inclusive ficar abaixo do valor mínimo determinado pelo governo a partir da entrada da segunda safra no mercado”, disse o diretor de política agrícola e informações da Conab, Guilherme Bastos.

De acordo com a Conab, a produção da primeira safra deve ficar em 26,1 milhões de toneladas, contra 26,8 milhões de toneladas do ciclo anterior. Isso representa uma queda de 2,6%. No entanto, essa diminuição na safra verão deve ser compensada e até ultrapassada pela expectativa de produção da segunda safra. A projeção é de 69,1 milhões de toneladas, contra 53,8 milhões de toneladas, o que representa incremento de 28,3%.


Safra de grãos


A estimativa da produção de grãos, para a safra 2018/2019, é de 236,7 milhões de toneladas. O crescimento deverá ser de 4% ou 9 milhões de toneladas acima da safra anterior.


A área plantada foi prevista em 62,8 milhões de hectares, crescimento 1,8%, comparado com a safra 2017/2018. Os maiores aumentos de área foram vistos na soja (652,8 mil hectares), no milho segunda safra (741,4 mil hectares) e no algodão (415,6 mil hectares).


Fonte: CanalRural


#agronegocio

RelatoPB

Aqui se fala

© 2016 por "RelatoPB". Orgulhosamente criado por relatopb