João exonera servidora presa na Calvário e nomeia secretários



O Diário Oficial do Estado trouxe, na edição desta terça-feira (7), nomeações de secretários e a exoneração de Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro, presa na semana passada na quarta fase da Operação Calvário.


Maria Laura era assistente de gabinete da Procuradoria-Geral do Estado, logo, trabalhava diretamente com o ex-procurador Gilberto Carneiro, citado nas investigações e alvo de mandado de busca e apreensão. Carneiro foi exonerado, a pedido, na mesma manhã em que a assistente foi presa.


A edição também confirmou a exoneração de Amanda Araújo Rodrigues, do cargo de secretária das Finanças. A saída dela do governo já havia sido anunciada no sábado (4). Mário Sérgio de Freitas Lins Pedrosa assume a função.


Outra mudança feita pelo governador João Azevêdo (PSB) foi na pasta de Planejamento, Orçamento e Gestão. Gilmar Martins de Carvalho Santiago foi nomeado novo secretário, função que até pouco tempo era ocupada por Waldson de Souza, outro citado na Operação Calvário. Waldson também foi exonerado, a pedido, na semana passada. Fábio Luciano de Araújo Maia havia sido designado para responder cumulativamente pelo cargo até nova deliberação.


A Operação Calvário expõe um esquema responsável pelo desvio de mais de R$ 1 bilhão da Saúde. Conforme investigações do Gaeco/MPPB, as fraudes envolviam agentes públicos e Organizações Sociais (OS) que gerenciavam hospitais.


Fonte: PortalCorreio

#relatopb

RelatoPB

Aqui se fala

© 2016 por "RelatoPB". Orgulhosamente criado por relatopb