Bolsonaro é mais uma vez flagrado com cola na mão no JN


O candidato à Presidência pelo PSL Jair Bolsonaro foi flagrado mais uma vez com uma "cola". Nesta terça-feira (28), durante sabatina do Jornal Nacional, na TV Globo, dava para ver três palavras-chave escritas na mão esquerda do presidenciável: "Deus", "família" e "Brasil". Em debate realizado no dia 18, na RedeTV!, Bolsonaro tinha, escritas à caneta na mão, as palavras "pesquisa", "armas" e "Lula".


Na sabatina desta terça-feira, Bolsonaro respondeu sobre os mais variados temas. No entanto, os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos não fizeram quaisquer menções sobre o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), que decide se recebe ou não denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o candidato do PSL. O capitão da reserva foi denunciado por crime de racismo.


Sobre receber auxílio-moradia enquanto era dono de um imóvel em Brasília, Bolsonaro justificou que foi 'para um apartamento novo porque precisava de mais espaço'. O candidato também chamou o apartamento de 70 m² onde morava de "cubículo". O capitão da reserva ainda aproveitou para propor a imunidade para policiais. "Se matar 10, 15 ou 20 ele [o policial] tem que ser condecorado e não processado", disse.


#relatopb

Sem título-2.png