Ciclistas superam dificuldades e vão ao limite em etapas decisivas da maior maratona de bike do mund


Foto: Michael Knudsen, da Dinamarca, e Marcelo Florentino Soares, do Brasil

Quebra de corrente, problemas nos pneus e complicações físicas em participantes. Com poucas etapas até o fim da competição, os ciclistas do Red Bull Trans-Siberian tiveram de encarar grandes desafios para suportar os estágios com mais de 2 mil kms de distância juntos. Líder, o alemão Pierre Bischoff aumentou a diferença para os demais adversários, mas qualquer deslize pode tirá-lo da dianteira. O brasileiro Marcelo Florentino segue firme no Top 3 da ultramaratona de bike, que terminará no próximo domingo (17).


Com 660 kms de distância, a etapa 12 da competição desafiou os ciclistas desde Ulan-Ude até Chita. No início, as belas paisagens, com grandes campos e atividades de pecuária, formaram o cenário do evento. Depois, os participantes encararam trechos com muita poeira, terra batida e pedregulhos. O dinamarquês Michael Knudsen sofreu com esse circuito, assim como o russo Vladimir Gusev. Ambos tiveram de trocar de pneu, enquanto o primeiro ainda viu a sua bike quebrar.


Mesmo com o problema, o russo terminou na frente dos demais, com tempo de 25h38m20s. Esta foi a quinta etapa seguida vencida pelo europeu. O brasileiro Marcelo Florentino Soares ficou em quarto lugar ao concluir a prova em 26h35m07s.

De tão grande, a etapa 13 da competição durou mais de dois dias até ser completada pelos ciclistas. Eles tiveram de encarar 1.368 kms entre Chita e Svobodny. De cara, Gusev se retirou. As fortes dores no joelho direito o atrapalharam novamente, e ele iniciou o tratamento com a equipe de apoio do evento. O espanhol Patricio Doucet também lamentou o fato de não conseguir completar.

De modo espetacular e sem dar chance aos demais, o alemão Pierre Bischoff foi o grande vencedor, com tempo de 49h46m35s. O brasileiro Mexerica, como também é conhecido, foi o terceiro ao cruzar a linha de chegada em 55h49m20s. O dinamarquês Michael Knudsen fechou o pódio, com 54h03m00s. Confira, abaixo, a classificação com os melhores colocados e o vídeo especial sobre as etapas.


1º - Pierre Bischoff – 260h20m10s 2º - Michael Knudsen – 277h41m45s 3º - Marcelo Florentino Soares – 290h39m41s


Fonte: http://www.revistabicicleta.com.br

#esporte

Sem título-2.png