Haddad afirmou ser possível Lula estar no debate sexta-feira (17) na RedeTV


Com Lula preso, Haddad afirmou ser possível ele próprio estar no debate entre candidatos à Presidência na sexta-feira (17) realizado pela RedeTV!. Segundo o ex-prefeito, o partido negocia com o canal de televisão e a emissora não discordaria de ter Haddad como representante de Lula no programa.


Ele ainda cobrou que os demais candidatos defendam a presença do PT no debate, lembrando que fez isso quando era candidato à reeleição na capital paulista, em 2016, e defendeu a presença de Luiza Erundina (PSOL) nos programas. "Eu não estou cobrando uma atitude que eu mesmo não tenha tido."


Nesta segunda-feira (13), o candidato a vice classificou com "plantação de gente que não tem importância" o movimento de uma ala do PT que procurou diminuir sua exposição e barrar sua indicação como porta-voz de Lula nos debates. Isso fez com que Lula mandasse um recado que Haddad é a "voz" e a "pernas" do ex-presidente enquanto ele estiver preso.


"Se alguém for representar, se a pessoa for com um discurso reto sobre isso, é melhor para o Lula que alguém o represente", disse Haddad.


Sobre os comentários que poderia adotar o nome "Fernando Lula Haddad" na urna em outubro, o ex-prefeito disse que nunca pensou sobre isso e que espera nem precisar estar na chapa. A deputada gaúcha Manuela d'Ávila (PCdoB), que assistiu à sabatina na plateia, foi indicada para assumir a vice após a decisão judicial sobre Lula.


No domingo (12), o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, em entrevista ao Estado, relatou que o juiz federal Sérgio Moro "exigiu" que o mandato de prisão contra o ex-presidente Lula, em abril, fosse cumprido rapidamente após expedido. Comentado a declaração, Haddad disse que "as coisas estão sendo mal conduzidas" no processo que levou Lula à condenação e à prisão.

#relatopb

RelatoPB

Aqui se fala

© 2016 por "RelatoPB". Orgulhosamente criado por relatopb