Operação da PF prende delator da Lava Jato nesta manhã, em João Pessoa, na Paraíba



A Polícia Federal prendeu oito pessoas, na manhã desta terça-feira (15), em uma operação contra lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas. Carlos Alexandre, conhecido como Ceará, doleiro da Lava Jato foi preso em João Pessoa. Na Operação Lava Jato, ele atuava com Alberto Youssef. Mandados de busca e apreensão estão sendo cumprido no município de Cabedelo e em João Pessoa, e um mandado de prisão preventiva é cumprido em João Pessoa, na Paraíba.

Os mandados são cumpridos no Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e em São Paulo.

Além de Carlos Alexandre, outros dois operadores financeiros atuam no esquema. Um deles, Edmundo Gurgel Junior, foi investigado anteriormente pela PF no caso Banestado, na Operação Farol da Colina, segundo a Polícia Federal.

De acordo com a PF, Carlos Alexandre firmou acordo de colaboração premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR), que foi homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Contudo, conforme a PF, ele voltou às atividades ilegais.

A PF informou que vai comunicar a PGR e o STF sobre a prisão do réu colaborador para que a quebra do acordo firmado seja avaliado.

#relatopb

Sem título-2.png