STF inocenta, por unanimidade, o deputado Federal Benjamin Maranhão


O deputado federal Benjamin Maranhão (SD) foi absolvido, por unanimidade, nesta terça-feira (17), da Ação Penal que tramitava no Supremo Tribunal Federal (STF) contra ele desde 2012.

A relatora do processo, a ministra Rosa Weber, entendeu que não existiam provas contra o paraibano sobre a acusação de desvio de recursos através de destinação de emenda parlamentar, no caso que ficou conhecido como a ‘Máfia das Ambulâncias’.

“Hoje eu tive uma notícia que me alegrou profundamente, ter me livrado de uma injustiça que perdurou por 11 anos. Injustiça essa que levou a grandes prejuízos e um sofrimento enorme, causados a minha carreira política, a minha vida pessoal e profissional, que foi no ano de 2006, quando estava em uma campanha vitoriosa, e fui injustamente acusado de participar de uma organização criminosa. Isso resultou a uma renúncia de candidatura e a um longo processo que havia um prejulgamento meu. Agora sou inocentado de todas essas acusações injustas por unanimidade”, afirmou ao lembrar que esse era o último processo que tramitava contra ele.

Com a decisão, ficou comprovado no processo, que as emendas apontadas como sendo usadas para a prática de desvio de recursos por uma suposta organização criminosa, não eram de autoria do deputado, conforme documentos da Comissão Mista de Orçamento da Câmara e do Mistério da Saúde.

Já a acusação de que o parlamentar teria recebido propina pessoalmente por parte de uma empresa supostamente beneficiada pelo esquema, também foi considerada inverídica.


A justificativa é de que nas datas apontadas, o deputado estava fora do País, em missão oficial pela Câmara Federal. Além disso, a conta de referência fornecida pelos acusadores como sendo do parlamentar, não pertencia a ele, pois após a quebra dos sigilos bancário e fiscal, nada foi encontrado.


RelatoPB.com

por MaisPB

#relatopb

RelatoPB

Aqui se fala

© 2016 por "RelatoPB". Orgulhosamente criado por relatopb