Brasil visita a Colômbia com quatro novos titulares em campo Luiz Teles e Agências



Com a Seleção já garantida no Mundial e também sem poder mais perder a 1ª colocação nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa-2018, o técnico Tite aproveita a visita à Colômbia, nesta terça-feira, 5, às 17h30 (de Brasília), em Barranqüilla, para fazer algumas experiências no time, com quatro titulares diferentes em relação à equipe principal que vinha escalando antes de carimbar o passaporte para Rússia.

O treinador brasileiro pretende utilizar a partida para buscar ainda mais variações táticas, já de olho na Copa do Mundo. A estratégia também visa deixar os jogadores motivados. “O futebol está sempre exigindo que a gente tenha mais e mais opções diante dos adversários e logicamente esse tempo para nos prepararmos para a Copa do Mundo é muito importante, pois tudo indicava que a gente teria que brigar pela classificação até a última rodada. Desde o jogo contra o Equador, a gente vem conseguindo trabalhar de olho no Mundial e a partida contra a Colômbia será muito importante”, disse Tite.

O Brasil perdeu dois jogadores para este compromisso. O zagueiro Miranda, que sofreu uma concussão após choque na cabeça diante do Equador, foi cortado, enquanto que o lateral-esquerdo Marcelo cumpre suspensão por acúmulo de cartões amarelos. Assim, conforme os treinos táticos de domingo, 3, e desta segunda, 4, Thiago Silva ganha a vaga na zaga, enquanto Filipe Luís recebe uma oportunidade na lateral. O volante Casemiro e o atacante Gabriel Jesus serão poupados e cedem espaço, respectivamente, a Fernandinho e a Roberto Firmino.

Colômbia pressionada

Em termos de classificação, o Brasil soma 36 pontos e está embalado por nove vitórias consecutivas, sendo a mais recente por 2 a 0 sobre o Equador, na última quinta-feira, em Porto Alegre. Já os colombianos aparecem na 2ª posição, com 25 pontos, mas, após empate sem gols com a Venezuela como visitante, não podem perder, sob o risco de até deixarem a zona de classificação para o Mundial.

José Pékerman, treinador da Colômbia, trata o jogo como uma final. “Se ganharmos ,vai ser muito difícil que a gente não consiga a classificação para a Copa, ainda mais se a rodada ajudar. Mas um tropeço pode nos deixar pressionados para a sequência. A gente queria ter vencido a Venezuela para entrar mais leve contra o Brasil. Mas nem sempre as coisas acontecem conforme a gente deseja e agora temos que batalhar muito”, disse o técnico.

A Colômbia tem um reforço de peso para este jogo. O craque James Rodríguez, preservado contra a Venezuela por conta de dores nas costas e no joelho direito, reaparece na vaga de Yimmi Chará. Tentando melhorar a velocidade da defesa, o zagueiro Davinson Sánchez, do Tottenham, será escalado na vaga de Oscar Murillo. Já para congestionar o meio, Abel Aguillar, volante de forte poder de marcação, ganha o posto de Edwin Cardona.

Colômbia x Brasil - 16ª rodada das Elimatórias da Copa - América do Sul

Local: Estádio Roberto Melendez, em Barranqüilla (COL)

Quando: Terça-feira, 5, às 17h30 (da Bahia)

Árbitro: Jesus Valenzuela (Venezuela)

Assistentes: Carlos López (Venezuela) e Jorge Urrego (Venezuela)

Colômbia - Ospina, Arias, Zapata, D. Sánchez e Fabra; C. Sánchez, Barrios, Aguilar e James Rodríguez; Cuadrado e Falcao. Técnico: José Pekerman.

Brasil - Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luís; Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto e Willian; Neymar e Firmino. Técnico: Tite.

#relatopb #esporte

RelatoPB

Aqui se fala

© 2016 por "RelatoPB". Orgulhosamente criado por relatopb