Polícia analisa câmeras e depoimentos para achar suspeitos de matar estudante em JP


A Polícia Civil continua sem informações dos responsáveis pela morte da estudante universitária Meirylane Thaís, de 19 anos, assassinada com um tiro na cabeça, na noite dessa quarta-feira (15), durante um latrocínio (roubo seguido de morte) no bairro de Tambiá, na região central de João Pessoa, nas proximidades da instituição de ensino que frequentava. De acordo com o superintendente da Polícia Civil em João Pessoa, delegado Marcos Paulo, o caso é investigado pelo delegado Técio Chaves, adjunto da Delegacia de Roubos e Furtos da Capital.

#relatopb

Sem título-2.png