Ivonete Ludgério chama decisão judicial de "equívoco" e vai recorrer para manter reajuste


A presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereadora Ivonete Ludgério (PSD), vai recorrer da decisão da juíza Ana Carmem Pereira Jordão, que concedeu liminar suspendendo o reajuste para os vereadores, bem como a implantação do 13º salário. A vereadora foi notificada nesta terça-feira (24) e chamou a decisão de "equívoco".

"Vamos lutar para que esse equívoco seja sanado, até porque a decisão sobre o subsídio do vereador é tomada pela própria Câmara e a Justiça não tem como desfazer o que já está feito", disse Ivonete. Os vereadores aprovaram em dezembro passado um aumento de 26,3% para os parlamentares nos próximos quatro anos.

A presidente da Câmara também criticou o autor da ação, o ex-vereador Napoleão Maracajá. "Ele gosta de jogar para a galera", disse.

Ela afirma que a lei que estabelece a aprovação do reajuste no prazo de 180 dias antes do término do mandato se destina aos ocupantes de cargos no Executivo, e que no caso da Câmara, o subsídio é votado para o ano seguinte até dia 31 de dezembro, à meia noite.


#relatopb

RelatoPB

Aqui se fala

© 2016 por "RelatoPB". Orgulhosamente criado por relatopb