Grêmio segura empate com Cruzeiro e vai à decisão


O Grêmio segurou nesta quarta-feira (2) o ímpeto ofensivo do Cruzeiro e administrou um empate por 0 a 0 na Arena de Porto Alegre para avançar à final da Copa do Brasil. A equipe dirigida pelo ídolo Renato Portaluppi alcançou a classificação por ter vencido o primeiro jogo por 2 a 0, no Mineirão.

Com a ida à final, o Grêmio tentará se isolar como o maior vencedor da história do torneio. O Tricolor já conquistou o troféu da Copa do Brasil quatro vezes - mesmo número de títulos do próprio Cruzeiro.

O rival do Grêmio na final da Copa do Brasil será o Atlético-MG. O time dirigido por Marcelo Oliveira empatou por 2 a 2 com o Internacional, no estádio Independência, e se classificou graças à vantagem que obteve com a vitória por 2 a 1 no jogo de ida, no Beira-Rio. Esta será a quinta final do torneio que Oliveira disputará em seis anos.

O primeiro jogo da final está programado para o próximo dia 23, uma quarta-feira. A grande decisão será disputada uma semana depois, no dia 30.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Grêmio irá a campo nesta segunda-feira, novamente em sua arena, para enfrentar o Sport. O time está com 49 pontos, na oitava colocação, e sonha em conquistar uma vaga no G6. Já o Cruzeiro, sem maiores pretensões no torneio, duela com o Fluminense, no domingo, no Mineirão. A Raposa soma 41 pontos e ocupa a 13ª posição.

O Jogo - A vantagem construída pelo Grêmio no Mineirão deixou os comandados de Renato Gaúcho tranquilos até demais no primeiro tempo do jogo contra o Cruzeiro. Com desempenho técnico abaixo do rival, o Tricolor não emplacou boas jogadas e sofreu para manter a posse de bola no meio-campo.

A primeira chance do Cruzeiro surgiu aos 13 minutos, em finalização de longa distância de Robinho que foi defendida por Marcelo Grohe. A tímida resposta gremista veio aos 16, após Marcelo Oliveira aproveitar um passe de Luan e chutar por cima do gol de Rafael. Esta foi a única chance dos gaúchos no primeiro tempo.

Precisando da vitória, o Cruzeiro intensificou a pressão ofensiva e acertou o travessão de Grohe. O argentino Ariel Cabral, aos 22 minutos, chutou de muito longe e viu a bola carimbar o poste superior da meta gremista. O uruguaio De Arrascaeta, em cobrança de falta aos 25, também assustou ao mandar próximo ao ângulo de Grohe.

#esporte

RelatoPB

Aqui se fala

© 2016 por "RelatoPB". Orgulhosamente criado por relatopb