Campinense deve confirmar segunda-feira contratação de Marcelinho Paraíba


O Campinense deve confirmar na próxima segunda-feira a contratação do ex camisa 10 da Seleção Brasileira, Marcelinho Paraíba. O presidente do clube revelou que a decisão que poderia ser tomada nesta quinta-feira foi adiada porque alguns pontos financeiros ainda estão em aberto. De acordo com o presidente William Simões, Marcelinho pode se transformar na principal contratação do rubro-negro para a temporada. - Ainda não finalizamos nada. A expectativa é que até a próxima segunda-feira a gente possa ter alguma novidade e apresentá-lo logo ao torcedor - comentou o mandatário rubro-negro, ainda otimista para ter Marcelinho no ano que vem. Um dos principais pontos da negociação entre o Campinense e Marcelinho Paraíba é a questão salarial que, de acordo com o próprio presidente raposeiro, já está sendo acertado nos bastidores. Esta semana, Paulo Foiani foi contratado técnico e junto a ele, a Raposa confirmou o ex-jogador Marquinhos Marabá - ídolo do time e um dos atletas que estavam na campanha vitoriosa do acesso à Série B de 2009 - como o novo gerente de futebol do clube, substituindo Luciano Mancha, demitido no sábado. Em 2016, Marcelinho Paraíba começou a temporada no Oeste, onde disputou Campeonato Paulista e parte da Série B do Campeonato Brasileiro. Em seguida, o jogador transferiu-se para o Inter de Lages-SC para a disputa da Série D, onde não obteve sucesso. Por fim, vestiu a camisa do Ypiranga-RS, clube no qual jogou as últimas rodadas da Série C. Revelado pelo Campinense, o meia rodou pelo futebol brasileiro, passando por clubes como Santos, Rio Branco, São Paulo, Grêmio, Flamengo, Coritiba, Sport, Grêmio Barueri, Boa Esporte, Fortaleza, Inter de Lages, Joinville e Oeste. Ainda jogou no Olympique de Marseille, na França, Hertha Berlin e Wolfsburg, da Alemanha, e Trabzonspor, da Turquia. Filho de Pedrinho Cangula, autor do primeiro gol do Amigão, tetracampeão estadual e um dos maiores artilheiros da Raposa, Marcelinho iniciou sua carreira em 1991, quando subiu da “Raposinha” para o time principal. Ele fez parte dos elencos campeões dos Paraibanos de 1991 e 1993. Depois que saiu da Paraíba, o meia passou por mais de 20 agremiações e chegou até a Seleção Brasileira, pela qual foi titular em seis partidas e marcou um gol, contra o Paraguai, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002. por: PB Agora

#esporte

RelatoPB

Aqui se fala

© 2016 por "RelatoPB". Orgulhosamente criado por relatopb