Imagem de menino ferido vira novo símbolo da guerra síria


Criança de 5 anos resgatada de escombros após bombardeio em Aleppo aparece em vídeo publicado por ativistas. Ataque aconteceu em área controlada pela oposição.


A imagem de um menino de 5 anos que ficou ferido durante bombardeios à cidade de Aleppo rodou o mundo nesta quinta-feira (18/08), evidenciando o drama vivido pelos civis em meio à guerra civil na Síria.


Com o rosto coberto de sangue e pó, o garoto, identificado como Omran D., aparece sentado numa ambulância após ser resgatado, na noite desta quarta-feira, de um prédio bombardeado no bairro de Al-Qatergui, no leste da cidade.


A imagem foi retirada de um vídeo publicado na internet pelos ativistas do Centro de Informação de Aleppo (AMC, na sigla em inglês), que já tem milhares de visualizações.

O vídeo mostra um dos membros da Defesa Civil saindo dos escombros com o menino nos braços. Sentada na ambulância, a criança olha desconcertada à sua volta. O garoto toca numa parte ferida do rosto e observa com surpresa a mão, esfregando-a no assento para limpar o sangue.


Omran foi retirado dos escombros junto com os três irmãos, de um, seis e 11 anos de idade, a mãe e o pai. Nenhum deles sofreu ferimentos graves, mas o prédio em que viviam desmoronou uma hora após o resgate. Outro edifício vizinho também foi em grande parte destruído.


O leste de Aleppo, sob controle da oposição, é alvo de bombardeios diários do regime sírio e da Rússia, que lutam pela reconquista da cidade, disputada entre regime e rebeldes desde 2012.


No ano passado, outra cena envolvendo um menino chamou a atenção internacional para os horrores do conflito sírio. A foto mostrava o refugiado sírio de três anos de idade Aylan Kurti, encontrado morto numa praia da Turquia após o barco em que sua família tentava chegar à Grécia naufragar.


#relatopb

RelatoPB

Aqui se fala

© 2016 por "RelatoPB". Orgulhosamente criado por relatopb