França no caminho de Portugal na final do Euro


Está encontrado o adversário de Portugal na final do campeonato da Europa de futebol. A França venceu, esta quinta-feira, a Alemanha por 2-0, com um bis de Antoine Griezmann, e vai enfrentar a turma das quinas no próximo domingo, a partir das 20h00, no Stade de France em Saint-Denis. No confronto entre as duas selecções, os gauleses já eliminaram a a equipa portuguesa nas meias-finais dos Europeus de 1984 e 2000 e no Mundial de 2006.


Os donos da casa serão a última pedra no caminho luso rumo à conquista de um inédito título. Eu "show" Antoine Griezmann No quinto duelo em competições oficiais, a França, fria e pragmática, conseguiu contrariar o favoritismo dos germânicos, numa noite em que Griezmann, avançado que tem raízes portuguesas, vestiu a pele de herói nacional. Num encontro vibrante e com decisões polémicas da equipa de arbitragem, os franceses foram os primeiros a criar perigo, decorria o minuto seis quando o avançado do Atlético Madrid obrigou Neuer a uma grande defesa, num lance construído com o auxílio de Payet e Sissoko.


Sempre em alta rotação surgiu a resposta alemã mas o tiro de Muller não levou a direção por ele desejada. Segundos depois, Lloris voou e negou, com uma excelente intervenção, o golo a Can. O jogo prosseguia num ritmo frenético. À passagem do minuto 20, lance duvidoso na área francesa, com Kroos a pedir falta de Pogba mas nada foi assinalado pelo juiz italiano Nicola Rizzoli. Instantes depois, Bastian Schweinsteiger desferiu um portentoso remate, obrigando Lloris a mais uma excelente defesa. Depois, foi Umtiti a vestir a pele de salvador, travando os festejos dos comandados de Joachim Low. A cinco minutos do intervalo, novo lance duvidoso na área dos franceses, com Pogba a agarrar Schweinsteiger mas o árbitro italiano foi a não assinalar falta. Até ao descanso só deu França.


Griezmann rematou às malhas laterais, num lance rápido de ataque e Giroud, com uma soberana ocasião, foi pouco lesto e permitiu o corte a Howedes. Até que surgiu o lance mais polémico do encontro com a equipa de arbitragem a assinalar uma grande penalidade, após mão na bola de Schweinsteiger na sequência de um cabeceamento de Evra. Griezmann não tremeu e converteu com êxito o penálti. Segunda parte frenética Os comandados de Didier Deschamps não se contentaram com o golo e tiveram uma entrada fortíssima em cena, com Giroud, primeiro, e Griezmann, depois, a ficarem próximos do segundo tiro certeiro na partida.





RelatoPB

Aqui se fala

© 2016 por "RelatoPB". Orgulhosamente criado por relatopb